terça-feira, 1 de novembro de 2011

O NEVOEIRO

Céu cinza.
Terra cinza.
Mar cinza.
Do nada, surge um nevoeiro.

Esse nevoeiro toma a forma de uma mulher.
Parece que ela emergiu do mar.
Será a minha imaginação?
O som da brisa parece dizer:
"Veja o que você quiser!".
Penso em toca-lá.
Mas evapora.
Ela desaparece.
Assim como a vida.
Tudo é temporareo.
Tudo vai embora.
Menos a imagem que fica em minha memória.

(O NEVOEIRO, 2011)

Um comentário:

BLOG DO XANDRO® disse...

Oi,Vince(achei legal seu blog),visite/siga o Blog do XANDRO
(meu blog para retribuir o carinho)vc vai gostar!;)

http://blogdoxandro.blogspot.com/ @XandroHQ